quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Qual é o plural de João?

Antes de responder, devemos fazer duas observações.
A primeira diz respeito ao plural dos antropônimos (= nomes próprios de pessoas). Embora alguns afirmem que sejam palavras invariáveis, a maioria defende a formação do plural. Há exemplos históricos como os Andradas e os Gusmões, e literários como Os Maias, célebre romance do realismo português do respeitadíssimo escritor Eça de Queiroz.
É inegável, portanto, o plural de Josés, Marias, Antônios, Carlas, Joanas, Césares... Assim sendo, João tem plural.
A segunda observação refere-se ao plural de palavras terminadas em -ÃO: Mão/mãos; pão/pães; balão/balões. Como você pôde observar, existem três terminações para palavras terminadas em -ãos, -ães e ões.
A explicação se deve, em geral, à origem da palavra. Mão vem do latim "manus" - daí o manual e o manuscrito. As palavras que, em latim, terminavam em "anus" fazem normalmente plural em -ÃOS: mãos, cristãos, cidadãos, órfãos... Para as palavras latinas terminadas em "anis", o plural deve ser ÃES: "panis" (daí o panifício e a panificadora) -> pães; "canis" (daí o canil e o canino) -> cães.
Apesar da curiosidade da explicação, na prática o que funciona mesmo é o uso. Há exemplos de palavras que não seguiram a "regra" e algumas que apresentam duas ou até três formas de plural (anciãos/anciães/anciões, verãos/verões, sultãos/sultões/sultães).
O plural de corrimão, por ser derivado de "mão", deveria ser apenas corrimãos, mas, hoje, também é perfeitamente aceitável a forma corrimões. É interessante observar que atualmente a terminação ÕES é a preferência nacional, mesmo quando há mais de um plural: aldeões, castelões, ermitões, faisões, vilões... As formas aldeãos/aldeães, castelãos, ermitãos/ermitães, faisães e vilãos/vilães também são corretas.
E o João?
Acredite se quiser, o plural é Joões.E não se esqueça de usar esse plural também nas palavras compostas.
Você saberia me dizer qual é o plural de joão-ninguém e de joão-de-barro?
Acertou quem disse joões-ninguém e joões-de-barro.

Fonte: Soltando a Língua, professor Sérgio Nogueira.

Um comentário:

  1. Me obrigue XD
    Vou continuar na ignorância e e dizer Joãos =P

    ResponderExcluir